imageOlá!

Sabe aquela ideia com a folha de scrapbook que publiquei em outro post? Então, esta atividade que estou compartilhando eu utilizei o verso daquela folha, mas você pode utilizar outro tipo de papel. Ok?!

Além da aprendizagem do alfabeto nesta atividade será estimulado o desenvolvimento da percepção, atenção, criação de estratégia…

É necessário:

image– Uma folha com letras (clique na imagem para visualizar melhor). Eu fiz as letras em duas cores diferentes no computador e colei sobre a folha de scrapbook. Depois apliquei papel contact para poder utilizá-la com várias crianças;

– etiquetas com letras;

– flanela;

– creme hidratante. Calma! Você já entenderá o motivo…rs

Procedimento:

Comece passando uma camada fina do creme hidratante sobre a folha que tem as letras. Claro, para isso é necessário que você tenha aplicado papel contact!

A criança deverá localizar a letra na folha, dizer o nome e colocar a etiqueta com a letra correspondente.

Uma variação desta ideia é organizar duplas de jogadores. Cada criança escolhe uma cor de letra que irá procurar e etiquetar. Aquele que concluir a tarefa primeiro ganha o jogo.

Ao terminar a atividade você poderá tirar as etiquetas para aproveitar a folha com outras crianças. Aqui está o motivo de ter sido necessário aplicar o creme hidratante na folha. Assim as etiquetas saem com mais facilidade. 😉

Esta atividade fez o maior sucesso aqui! Vou ficar na torcida para que o mesmo aconteça com você.

Beijão

Conheça a nossa apostila em PDF com outras ideias:

 

Especialista em Psicopedagogia Clinica e Institucional. Formação em Avaliação Dinâmica do Potencial de Aprendizagem e em PEI (Programa de Enriquecimento Instrumental) pelo CDCP (Centro de Desenvolvimento Cognitivo do Paraná) Centro de Treinamento Autorizado pelo Hadassah Wizo-Canada Reserach Institute e pelo ICELP - The Internacional Center for the Enhancement of Learning Potential, Jerusalém - Israel. Experiência em alfabetização e dificuldades de aprendizagem. Autora do e-book: "Mamãe, deixe-me crescer" e idealizadora da Revista Psicosol. Ama ler e tem levado bem a sério a sua brincadeira de escrever.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *