Rapa tudo

Oieee!!!

Gente, antes de falar sobre o jogo de hoje preciso avisar que vocês vão continuar vendo minhas publicações  nas redes sociais, mas este é o último post deste ano aqui no site. Retorno com novidades em 2019, ok?!

E, para deixá-los(as) com um sorrisão de orelha a orelha, tem na nossa loja o arquivo PDF GRÁTIS com o jogo! Vai, me digam se eu não fui incrivelmente querida este ano?! Nem posso me despedir dizendo: Desculpa pelas brincadeiras!… haha!

Por falar em brincadeiras, eu sei e vocês também já sabem, que precisamos aprender a aproveitá-las porque promovem momentos de aprendizagem riquíssimos. Porém, existe algo que não costumamos falar que é a necessidade de aprendermos a lidar com os momentos de desânimo e tristeza. Porque eles fazem parte do caminho da maioria dos profissionais que se dedicam à área da educação e saúde. Seria hipocrisia de minha parte dizer o contrário. Especialmente quando trabalhamos com crianças com dificuldade de aprendizagem.

Nossa, em minha trajetória, quantas lágrimas derramadas e quantas vezes me senti sozinha e em silêncio pensei… Puxa vida, por que esta criança não está aprendendo? Por que não consigo entender como ela aprende? Devo ser péssima profissional, mesmo! É, sinto que, algumas vezes, fui cruel comigo. Menosprezei o meu esforço, a minha dedicação e, acima de tudo, criei expectativas altas demais para um curto prazo de tempo.

Isso já aconteceu com vocês? Se já passaram, estão sabendo que é um sentimento horroroso!

O jeito que encontrei para superar esses momentos é traçando objetivos claros para curto, médio e longo prazo. Na minha avaliação, por exemplo, procuro investigar o maior número possível de coisas que a criança tem interesse, tem conhecimento e o que precisa aprender. Além disso, o que considero mais importante: que há um tipo de felicidade diferente e ela mora nas pequenas conquistas. 🙂 Essas medidas fazem o meu caminho mais suave.

Falem pra mim como vocês lidam com esses momentos!

Agora vamos ao jogo que eu trouxe como sugestão hoje porque precisamos urgentemente fazer com que o lúdico faça parte do dia a dia. Afinal, como já foi dito, ele sim(!) tem forte impacto na aprendizagem.

Segundo Kammi e Declark, (1997, p. 16):

“O uso de jogos para ensinar aritmética não é uma prática nova. Muitos professores já os utilizam há longo tempo. No entanto, eles têm sido usados apenas como complemento, para reforço de aprendizagem, […]. Jogos também são usados como prêmios em atividades extras para as crianças que já acabaram o trabalho. Aqui o que proponho é trazer os jogos de um plano secundário para um plano principal na aprendizagem da aritmética.”

Acredito que no nosso site há muitas ideias para contribuir.

Sugestão de uso:

Coloque o tabuleiro sobre uma mesa ou no chão e distribua sobre ele todas as fichas. Ao invés das fichas você pode utilizar botões.

Cada criança, na sua vez, joga os dois dados. O número e letra que cair será correspondente à coluna e linha do tabuleiro que deve ser resgatada uma ficha. Se, no transcorrer do jogo, cair em uma coluna/linha que não tenha ficha, passa a vez para outra criança. O jogo continua até não ter mais fichas sobre o tabuleiro ou uma das crianças resgatar 20 fichas.

É isso, um forte abraço!

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

KAMII, Constance; DECLARK, Georgia. Reinventando a aritmética: implicações da teoria de Piaget. 13. ed. Campinas: Papirus, 1997.

Clique abaixo no botão escrito GRÁTIS para adquirir o arquivo PDF com o tabuleiro, fichas e dados para esse jogo. É enviado por e-mail.

8 Comentários

  • Lisandra Coutinho Postado 2 de novembro de 2018 5:56 PM

    Sol, faz curso on line!!! Quero muitoooooo!!!

  • adnapsicoped Postado 31 de outubro de 2018 11:20 PM

    Muito obrigada pelo presente lindo que você nos deu!
    Conheci seu trabalho este ano e posso dizer que foi um presente de Deus para mim. Pois minha agenda é muito apertada a as vezes queria fazer um jogo novo mais não tinha tempo e seus jogos se encaixam direitinho em muitos dos meus objetivos nos atendimentos.
    E quanto a este post. Uaall caiu como uma luva, essa semana tive muitos desses sentimentos e seu post veio como consolo e força. Gratidão! E que você continue assim fazendo a diferença! Espero um dia poder te conhecer pessoalmente. Grande abraço!

    • Solange Postado 1 de novembro de 2018 2:15 PM

      Adna, sua linda!!! Tenho certeza que você arrasa nos seus atendimentos. Um forte abraço. #estamosjuntas

  • LAURA BRIANO DOS SANTOS BATISTA Postado 31 de outubro de 2018 1:54 PM

    Adorei o presente muito obrigada!!!

  • Cristina Silva Postado 31 de outubro de 2018 11:57 AM

    Valeu, Sol!!! Muitoooo obrigadaaaa

  • Priscila Brandão Postado 31 de outubro de 2018 9:03 AM

    Obrigada pelo presente, Sol! Certeza que as crianças vão amar,

  • Sônia Postado 31 de outubro de 2018 8:12 AM

    Querida Sol, quanta sensibilidade da sua parte falando desse assunto tão delicado. Realmente, também precisamos aprender a lidar com o desânimo que às vezes nos abate. Ainda bem que temos este cantinho aqui para buscarmos inspiração e ânimo. Obrigada pela contribuição . São anos que acompanho o seu trabalho.
    Observação: seus posts recentes estão mais longos, estou amando isso.

    • Solange Postado 1 de novembro de 2018 2:17 PM

      haha … você percebeu os posts mais longos!!! Os comentários que tenho recebido tem me incentivado a escrever mais. Um forte abraço

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado.