Ouvi alguém dizer que estudar a tabuada é chato? Pois isso é coisa do passado! 😀
 

Você vai precisar:

– tampas de garrafa PET;

– papel colorido;

– canetinhas;

– olhinhos de vários tamanhos.

Procedimento:

Chame a criançada para ajudar a fazer os monstros (momento de festa e risadas!). Quanto mais diferentes e esquisitos, melhor! Faça cartas com a multiplicação desejada e embaixo de cada monstro coloque o resultado.

Como jogar:

Cada criança vira uma carta e terá uma chance para tentar descobrir o monstro que tem o resultado da multiplicação. Se conseguir, fica com o monstro, se não conseguir é a vez de outra criança. Ganha o jogo a criança que conseguir mais monstros.

Pouco a pouco elas irão memorizar os monstros que têm o resultado desejado, ou seja, irá ajudar na associação.

Gostaram? Espero que sim! Esta brincadeira também pode ser utilizada para adição, subtração…

A inspiração dos monstros veio do blog: http://diariodeumadiretora.blogspot.com.br/2012/11/atividade-com-tampinhas-de-garrafa-pet.html

Bjuuu

 

Especialista em Psicopedagogia Clinica e Institucional. Formação em Avaliação Dinâmica do Potencial de Aprendizagem e em PEI (Programa de Enriquecimento Instrumental) pelo CDCP (Centro de Desenvolvimento Cognitivo do Paraná) Centro de Treinamento Autorizado pelo Hadassah Wizo-Canada Reserach Institute e pelo ICELP - The Internacional Center for the Enhancement of Learning Potential, Jerusalém - Israel. Experiência em alfabetização e dificuldades de aprendizagem. Autora do e-book: "Mamãe, deixe-me crescer" e idealizadora da Revista Psicosol. Ama ler e tem levado bem a sério a sua brincadeira de escrever.

5 comentários em “Tabuada dos monstros

  1. Seu site é maravilhoso! Posso compartilhar suas ideias? Amo a educação. Abraço!

  2. Olá, me formei recentemente como psicopedagoga, mas atuo como professora, hoje fiz a tabuada dos monstros, foi uma alegria ver eles memorizando seus desenhos e resultados, fiz tabuadas diferentes, criei um coringa que garantia mais uma chance de jogada e cada um brincou com um colega que tinha uma tabuada diferente. Que Deus lhe dê muita sabedoria e compartilhe sempre boas idéias!
    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *