27th jun 2012

Às vezes pode nos parecer uma palavra simples, mas podemos nos surpreender…

Um exemplo: Ao dizer para um grupo de crianças que elas poderiam pesquisar um determinado tema em um livro, elas rapidamente puseram-se a pegar os seus livros, com exceção de uma das crianças. O fato me chamou a atenção, então cheguei próximo a esta criança e disse novamente:

– Pode pesquisar no livro.

Ela continuava imóvel em silêncio…

Bom, eu poderia justificar a atitude desta criança pelo diagnóstico que me foi apresentado naquela semana (autismo), mas eu não desisti. Eu me aproximei ainda mais e perguntei:

– Você sabe o que quer dizer pesquisar?

Ela enfim me olhou e com um gesto de cabeça sinalizou que não.

A partir daí entendi o porquê das dificuldades em compreensão de textos, de situações problemas… e iniciei com o grupo um trabalho para ampliar o vocabulário.

Vou compartilhar com vocês uma das atividades que fez muito sucesso.

Materiais necessários:

– Dicionário;

– fichas com palavras que formam pares de sinônimos dentro de uma caixa.

Procedimento:

Todas as crianças pegam uma ficha da caixa. Após, uma das crianças lê em voz alta a sua palavra. A partir daí os demais deverão descobrir quem tem em sua ficha um sinônimo da palavra lida. A brincadeira segue até todos encontrarem o sinônimo para a suas palavras.

Se tiver alguma palavra que as crianças não saibam o sinônimo ajude-as a procurar no dicionário.

Especialista em Psicopedagogia Clinica e Institucional. Formação em Avaliação Dinâmica do Potencial de Aprendizagem e em PEI (Programa de Enriquecimento Instrumental) pelo CDCP (Centro de Desenvolvimento Cognitivo do Paraná) Centro de Treinamento Autorizado pelo Hadassah Wizo-Canada Reserach Institute e pelo ICELP - The Internacional Center for the Enhancement of Learning Potential, Jerusalém - Israel. Experiência em alfabetização e dificuldades de aprendizagem. Autora do e-book: "Mamãe, deixe-me crescer" e idealizadora da Revista Psicosol. Ama ler e tem levado bem a sério a sua brincadeira de escrever.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *