Quem Não Está?

Quem Não Está?

O-lá

O recurso que eu trouxe como sugestão hoje traz um desafio para as crianças em processo de alfabetização resolverem. Hummm … e desafio, se for dentro do que a criança já tem algum conhecimento prévio para conseguir decifrar, é muito bom.

Em termos práticos, não se trata de continuamente introduzir o sujeito em situações conflitivas dificilmente suportáveis, e sim de tratar de detectar quais são os momentos cruciais nos quais o sujeito é sensível às perturbações e às suas próprias contradições, para ajudá-lo a avançar […]. (FERREIRO e TEBEROSKY, 1999, p. 34).

Portanto, jogos, brincadeiras e atividades nas quais as crianças são expostas a situações conflitivas são de extrema importância para o seu desenvolvimento.

O jogo que compartilho hoje tem o objetivo estimular o processo de leitura e escrita, mas também desenvolve a coordenação motora fina e o pensamento lógico.

Sugestão de Uso:

A criança escolhe uma carta, observa as imagens, lê as palavras e coloca um marcador (prendedor de roupa, clips) na palavra que corresponde ao nome do animal que não consta entre as imagens disponíveis.

Outras opções de uso das cartas:

  • Deixe a criança observar por um tempo os nomes dos animais (letra inicial, final…). Em seguida você retira a carta e peça para ela escrever os nomes dos animais. Depois você devolve a carta para ela conferir.
  • Colocar em ordem alfabética os nomes dos animais. Observação: como a criança está em processo de construção da escrita deixe ela levar em consideração apenas a primeira letra das palavras;
  • Escrita de frases e histórias.

Finalizo este texto deixando um abraço beeem recheado de afeto. Espero você no próximo post. T+

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FERREIRO, Emilia; TEBEROSKY, Ana. Psicogênese da língua escrita. Porto Alegre: Artmed, 1999

Clique no link abaixo para adquirir o arquivo digital em formato PDF (enviado por e-mail) contendo 18 cartas para o jogo “Quem Não Está?”.

Comentar

Deixe um comentário