Destrave
Compartilhe

Oie!

Temos em nosso site várias sugestões para estimular o desenvolvimento da consciência fonológica. Dentre elas: rima, aliteração, sílaba inicial, medial, final. Todos estes jogos são ferramentas essenciais em um ambiente alfabetizador. O jogo que estamos compartilhando hoje também tem como objetivo instigar que as crianças prestem a atenção aos sons da nossa língua. A novidade é que neste recurso elas irão verificar que algumas palavras podem começar com o mesmo som que termina outra 😉

Ops! Na verdade, há algum tempo eu compartilhei este jogo Destrave com vocês, mas ele não estava em formato de jogo com cartas. Eu usava apenas uma lousa e giz.

Também achamos pertinente ressaltar que sons de sílabas é, geralmente, mais fácil de perceber do que fonemas isolados. A explicação está na citação a seguir.

[…] os sons de fonemas não são fisicamente separáveis da cadeia da fala, estão inteiramente fundidos uns com os outros no interior da sílaba. Portanto, seja para transformar a fala em escrita ou traduzir a escrita em fala, é com a sílaba que se deve começar. […] (ADAMS, 1990, p. 302 apud SOARES, 2016, p. 193-194)

Sendo assim, é necessário que este conhecimento chegue a todo aquele que pretende ser um profissional que trabalhe com alfabetização.

Sugestão se uso:

Distribuir igualmente as cartas entre dois jogadores.
Quem tiver a carta com a imagem de uma /LUVA/ começa o jogo.
O próximo jogador deverá colocar uma carta cujo nome da figura começa com a mesma sílaba que termina /luVA/ .
Exemplo: luVA – VAca .
Ganha o jogo quem ficar sem nenhuma carta primeiro.
Atenção! Se uma carta for trocada de lugar o jogo irá travar e cartas vão sobrar. Se isto acontecer,  juntos devem pensar o que precisam fazer para o jogo destravar! 

Por hoje é isso! Até o próximo post <3

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

SOARES, Magda. Alfabetização: a questão dos métodos. São Paulo: Contexto, 2016.

Clique no link abaixo para adquirir o arquivo PDF (enviado por e-mail) com 18 cartas para o jogo “Destrave”.

Compartilhe

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *