Escreva Quem não Está

Escreva Quem não Está

O-lá!

Há algumas semanas eu compartilhei aqui no site um jogo bem parecido com este de hoje. Foi o jogo Quem não Está! Nele a habilidade principal estimulada era a leitura. Já o jogo que estou sugerindo hoje envolve leitura e escrita.

A alfabetização é um processo de construção muuuito particular de cada criança e é importante sabermos que, assim como o exercício físico, toda atividade que exige esforço mental precisa de exercício, de prática para ser desenvolvida. É o caso da leitura e da escrita. Obviamente, que eu não estou falando aqui de exercícios enfadonhos… rsrs Mas a prática com jogos e brincadeiras leva a criança a trilhar o caminho da alfabetização com mais prazer, alegria e , consequentemente, à leitura e escrita com mais eficiência.

Não se deve esquecer que a capacidade mental, da mesma forma que a força física, deve ser desenvolvida com exercícios. […] (BATLLORI, 2009, P. 9)

Sendo assim, as crianças em processo de alfabetização precisam do nosso olhar atento durante as atividades oferecidas para que possamos identificar o que ela já sabe e, antes de apresentar um novo recurso, verificar se ele realmente irá promover algum tipo de desafio.

Agora vou apresentar duas maneiras de utilizar o jogo que eu estou indicando hoje, maaas espero que você me conte se aplicar de um jeito diferente 😉

Sugestão de Uso:

Comece explorando os alimentos que as crianças gostam, não conhecem, gostariam de experimentar ou não comeriam de jeito nenhum 😉

Depois a criança escolhe uma carta, observa as imagens, lê a palavra que está escrita e escreve o nome do alimento que está faltando.

Outra opção de uso: Brincadeira Fui à feira e comprei…

Coloque as cartas dentro de uma caixa.

Um jogador retira uma carta da caixa e, por exemplo, diz: “Fui à feira e comprei jaca, jabuticaba”. Esconde a carta. Um outro jogador retira uma carta da caixa e diz: “Fui à feira e comprei jaca, jabuticaba, banana e morango”. Ou seja, cada jogador repete o que já foi dito e acrescenta os alimentos da carta que ele tirou. O jogo termina quando um dos jogadores errar a sequência ou não lembrar os alimentos que já foram ditos.   

Finalizo este texto deixando um forte abraço! Até o próximo post <3

p.s. você está gostando dos vídeos que estou deixando aqui no site com a explicação dos jogos? Conta pra mim 😉

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

BATLLORI, Jorge. Jogos para treinar o cérebro. 11. ed. São Paulo: Madras, 2009

Clique no link abaixo para adquirir o arquivo digital em formato PDF contendo 18 cartas. É enviado por e-mail

 

Comentar

Deixe um comentário