Palpite

Palpite

Oie!!!

Nossa ideia de hoje é para trabalhar alfabetização e coordenação motora fina (habilidade de coordenação das mãos). Vamos, digam que gostaram!!! 🙂

Lembro-me de quando pequena, na escola, preencher folhas e folhas com exercícios para trabalhar coordenação motora fina. Diziam as professoras que era para ter letra bonita. Sabemos que muitas das nossas crianças hoje em dia, possivelmente, não suportam mais este tipo de atividade (muitos de nós já não aguentávamos também…rs) . A questão é que isso não significa que esses exercícios deixaram de ter sua importância. Então o jeito é tentarmos fazer com que eles sejam feitos de uma maneira mais lúdica possível.

Dizem que aprendemos pelo amor ou pela dor. Óbvio que o melhor caminho é o do amor. Sendo assim, fazer uma atividade na qual a criança se sinta afetivamente atraída certamente trará frutos maravilhosos.

Kabarite e Mattos (2014, p. 52) nos dizem:

“As sensações nos permitem introduzir o meio ambiente em nosso próprio mundo interno.”

Então, vamos à explicação da atividade? Espero que gostem e deixem comentário se foi útil para vocês.

Tem arquivo PDF com as cartas para esta atividade na nossa loja. Para adquirir clique no link disponível no final deste post.

Como eu utilizo (façam as adaptações necessárias):

Disponibilizo uma caixa com areia e escondo as fichas pela sala.

É hora de começar a brincadeira!!!

A criança procura uma das fichas pela sala e eu vou dizendo : “está frio” (se ela estiver longe da ficha), “está quente” (se ela estiver perto). Quando ela encontra a ficha, joga o dado e, com o dedo indicador, faz o traçado (que caiu no dado) na caixa de areia. Após, ela repete o movimento, com uma canetinha, sobre a ficha, ligando o animal ao seu nome. Neste caso, ela lê e dá um palpite sobre qual das três palavras é a escrita correta. Depois procura outra ficha pela sala e repete o procedimento. Para finalizar, mostro o gabarito das respostas. Assim ela verifica os seus acertos.

Perceberam que desta maneira a criança irá repetir os traçados várias vezes? A repetição também é um processo de aprendizagem. O detalhe é que da maneira como foi elaborada a atividade, a possibilidade da criança se cansar, é muito menor . 🙂

Pensaram em uma maneira diferente de utilizar este material? Falem nos comentários. Poderá ser útil para mim ou para outras pessoas que passarem por aqui.

Bjuuu e até a próxima semana.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

KABARITE, Aline; MATTOS, Vera. Psicomotricidade em grupo: o método growing up como recurso de intervenção terapêutica. Rio de Janeiro: Wak, 2014.  

Clique no link abaixo para adquirir o arquivo PDF com 12 cartas + os traçados para serem colados em um dado que você já tenha. É enviado por e-mail.



2 Comentários

  • LAÍSE ALINE SALES DE OLIVEIRA Publicado 5 05-03:00 fevereiro 05-03:00 2019 9:16 AM

    Amei muito bom para trabalhar na educação infantil que é a turma com que eu trabalho

    • Solange Publicado 5 05-03:00 fevereiro 05-03:00 2019 6:23 PM

      Que ótimo, Laíse! Bjuuu

Comentar

Deixe um comentário